CULTURA

Com 1,26 de comprimento, Voodoo da Diamante é o maior galo do Brasil

No ano passado, dois irmãos, Haroldo e Diogo Poliselli, proprietários da Diamante Índio Gigante, de Jaguariúna (SP), chamaram a atenção da Imprensa nacional ao anunciar a existência de um galo da raça Índio Gigante com a impressionante marca de 124 centímetros de comprimento. Da noite para o dia, o animal batizado de Canário da Diamante ganhou fama de celebridade, tornando-se manchete em todo o Brasil, além da repercussão alcançada nas redes sociais.  Se com aquele tamanho ele despertou curiosidade e até mesmo espanto, saiba que agora um de seus sobrinhos, o Voodoo da Diamante, chegou a 126 centímetros, se transformando em recordista absoluto da raça.

Essa façanha foi legitimada pela Associação Brasileira dos Criadores do Índio Gigante (ABRACIG), entidade que assiste criadores da espécie nacionalmente. “No ano passado, fomos procurados por várias emissoras de televisão, até mesmo do exterior, mas não pudemos autorizar que filmassem o Canário. Ele estava doente e tivemos que preservá-lo exclusivamente à reprodução antes que morresse. Qualquer interferência comprometeria seu desempenho e não poderíamos correr esse risco.  Com Voodoo será diferente. Ele é um frango jovem, está saudável e ainda não entrou em reprodução”, explica Haroldo Poliselli.

A decisão mostrou-se sábia naquele momento. Canário morreu poucas semanas depois de sua exposição nacional. Uma pena, mas deixou aves expoentes, como a Mamba da Diamante, oficialmente a maior franga da raça, com 109 centímetros, 3 cm a mais que a recordista de 2016, Viola da Diamante (1,06 metro), que também pertence ao criatório. “Nossa preocupação com o tamanho deve-se ao fato de que cada centímetro atingido pelo animal, acima de um metro, chega a valorizá-lo em mais de R$ 1.000,00”, diz Diogo Poliselli, irmão de Haroldo e sócio na Diamante Índio Gigante.  No ano passado, os irmãos recusaram uma proposta de R$ 80 mil pelo animal.

Diamante, a casa dos gigantes

Há quatro anos, Haroldo e Diogo descobriram na raça um negócio promissor. E como em qualquer outra atividade econômica, rapidamente os resultados amortizaram o capital investido em genética, pesquisa e tecnologia. Do ovo à galinha, todos os processos são rastreados e a paternidade dos animais é comprovada por DNA. O projeto envolve até mesmo uma parceria com a USP/Pirassununga, responsável pelo levantamento das DEPs (Diferenças Esperadas na Progênie) de cada animal. Nada mais são do que estatísticas que ajudam a estimar quanto os filhos poderão ser melhores que seus pais.

O trabalho culmina em aves expoentes em larga escala, genética que os irmãos fazem questão em democratizar com outros criadores.  “Por ano, três ou, talvez, quatro criadores em todo o território nacional conseguem tirar galos com mais de 117 centímetros. Nos últimos dois anos, conseguimos mais 30”, compara Haroldo Poliselli.

E a cada ano a geração costuma ser melhor. Em 2016, além do recordista Canário, a Diamante Índio Gigante revelou outros gigantes como Bordado (119 centímetros), Pente Fino (117 centímetros), a franga Viola (106 centímetros recordista de 2016) e o Monster da Diamante (118 centímetros), pai do Voodoo. São todos descendentes do lendário Pajé da Diamante, o genearca do gigantismo.  Em 2017, os netos do animal é que roubaram a cena. Além do Voodoo e da Mamba, tem o Bolero (119 centímetros), o Garimpo (117 centímetros), o Máscara (117 centímetros), o Scott (121 centímetros) e a Panamera (102 centímetros), entre outros.

Um criador pernambucano que entrou para a raça ao adquirir um casal ofertado no primeiro remate da Diamante Índio Gigante, realizado no ano passado, conseguiu tirar um galo de 120 centímetros, o maior em todo o Nordeste.  A propriedade arma o seu segundo leilão no dia 23 de setembro, em Jaguariúna (SP), com a oferta de 30 irmãos de Voodoo e Mamba (netos de Pajé da Diamante), e a presença de criadores de todo o Brasil.

Origem do Índio Gigante

O Índio Gigante é uma raça brasileira que nasceu na década de 1980, em Goiás e Minas Gerais, do cruzamento das raças Shamo e Malaio com a galinha caipira (sem raça definida). A ave tem a cabeça de porte médio a grande, pele amarela, asas encaixadas, além de peito vistoso. Suas coxas devem ser musculosas para sustentar o corpo e são mais valorizados os galos com crista ervilha e barbela de boi (única).

Foi apenas no ano 2.000 que o Índio Gigante começou a ganhar espaço em outros estados, com a popularização da internet.  Os animais são considerados dóceis e convivem em harmonia com outros galináceos.  Existe apenas no Brasil, mas são passíveis de exportação. Diogo e Haroldo recebem consultas de outros países todos os meses, mas o processo exige a regularização de protocolos sanitários ainda inexistentes. “É preciso que seja criada uma legislação para o Índio Gigante, que em muitos casos pode ser erroneamente confundido com galos de briga e injustamente sacrificado, como presenciado em uma exposição”, lamenta Haroldo.

Casamento perfeito

Apesar de atuarem no mercado de elite, a Diamante Índio Gigante recomenda o cruzamento de galos de medida inferior com a galinha caipira. Criar frango em terreiros é uma prática que corresponde à boa parte da avicultura brasileira. Eles engalam perfeitamente e apesar de sua imponência, as galinhas dão ovos de tamanho normal. “O Índio Gigante transfere até dois quilos extras de carne aos cortes mais nobres (peito e coxas)”, conclui Diogo.

Confira as notícias de Jaguariúna e Região nos portais: GUIA JAGUARIÚNA | JAGUARIÚNA VIRTUAL | BLOG DE JAGUARIÚNA | NOTÍCIAS DE JAGUARIÚNA

JAGUARIÚNA ONLINE
06/09/2017
oferecimento

EM Destaque


EXPOSIÇÃO “UMA CAPELA NO CAMINHO”, DO PREMIADO FOTÓGRAFO GUILHERME BAFFI, CHEGA A JAGUARIÚNA


Não há um só município brasileiro onde capelas, igrejas e templos não façam parte da paisagem, expressando a religiosidade de um povo, seja numa minúscula comunidade ou numa cidade com ares de metrópole. A gente vê e sabe que elas....

ler notícia
17/08/2018


Chitãozinho & Xororó comandam segunda semana da 30ª edição do Jaguariúna Rodeo Festival


A programação de shows do Jaguariúna Rodeo Festival 2018 está fechada. E como prometido: “modão” não vai faltar. Chitãozinho & Xororó comandarão a segunda semana da 30ª edição da festa, que....

ler notícia
14/08/2018


21° FESTA DO CAMINHONEIRO ACONTECE NO DIA 19 DE AGOSTO EM JAGUARIÚNA


A 21° Festa do Caminhoneiro de Jaguariúna acontece no domingo, 19 de agosto, com extensa programação na cidade. Às 8 da manhã haverá a missa na Comunidade Santo Antônio, sendo que a saída do Desfile está marcada para às....

ler notícia
13/08/2018


“Eu Amo Samba” reúne dois ícones de diferentes gerações que exaltam o samba de raiz


Grandes nomes da música brasileira, Alcione e Diogo Nogueira se apresentam com a turnê “Eu Amo Samba”, no badalado palco da Red Eventos, em Jaguariúna, dia 18 de agosto. Para os amantes do bom e velho samba, a turnê, que já passou por várias....

ler notícia
10/08/2018


Guia Gastronômico

A gastronomia jaguariunense tem forte acento italiano traduzido na mesa farta e na hospitalidade à moda do país da bota. Também preserva a herança culinária do tropeirismo, em pratos como feijão tropeiro e paçoca de pilão, entre outros. A cozinha com sotaque praiano também tem vez na capital nacional do cavalo. Assim como a portuguesa, a oriental e a árabe, marcando a presença de outros povos que também aqui se instalaram. Há opções para todos os gostos e bolsos, em várias faixas de preço e especialidades: desde um simples sanduíche e um bom churrasco até doces e sorvetes artesanais, que levam leite e frutas da região, entre outras guloseimas, que podem estar às vezes escondidas em algum espaço gastronômico mais “simplesinho” da cidade.. Confira os restaurantes e bares recomendados pelo nosso portal.

Pizzaria Vecchio Zilli

: (19) 3837-1304
maiores informações

Ichi Ban

: (19) 3867-0922
maiores informações

Restaurante Zambon

: (19) 3867-4218
maiores informações

Bar Parque dos Lagos

: (19) 3837-4118
maiores informações

Hotéis e Pousadas

Está pensando em visitar o circuito das Águas Paulista e conhecer grandes atrações como o Rodeio de Jaguariúna, a Expoflora em Holambra, fazer compras na cidade Pedreira ou apenas tirar um fim de semana para relaxar ?

Venha, e aproveite o que as nossa região oferece. Aqui você encontra hotéis e pousadas aconchegantes com os melhores preços.

Confira alguns dos locais mais recomendos pelo portal:

Jaguary Hotel

: (19) 3837-3700
maiores informações

Vila Bueno Pousada

: (19) 3867-3396
maiores informações

Hotel Pousada Portal das Águas

: (19) 3837-2349
maiores informações

Galeria Hotel Pousada

: (19) 3867-1414
maiores informações


®Copyright 2015

Jaguariúna Online.com

Todos os direitos reservados

Outros domínios: guiajaguariuna.com.br jaguariunavirtual.com.br blogdejaguariuna.com.br

Melhor visualizado em navegadores modernos. Resolução mínima de 1024